Ocorreu um erro neste gadget

20 julho 2010

E AI AMIZADE?



Como bem diz o dito popular, "Amigo é o parente que podemos escolher", esta máxima é uma verdade  para todos nos que escolhemos e acolhemos pessoas tão especiais e queridas em nossas vidas para um relacionamento afetuoso.

Amigo é uma fonte inesgotável de aprendizagem na busca para a construção da cultura da paz , com eles podemos aprender o exercício do amor, da compreensão, do carinho da confiança, do respeito, da tolerância, da solidariedade, da paciência, da alteridade, da abertura, da aceitação, da flexibilidade...e de muito mais! 

No link abaixo, você amado amigo, poderá ler uma reportagem super-interessante da revista Vida Simples (a minha de cabeceira) sobre a importância da amizade nos dias de hoje, é so clicar e deliciar-se:

http://vidasimples.abril.com.br/subhomes/grandestemas/grandestemas_237646.shtml

20 DE JULHO-DIA DO AMIGO!



Amigo é Casa


Zélia Duncan e Simone
Composição: Capiba / Hermínio Bello De Carvalho


Amigo é feito casa que se faz aos poucos
E com paciência pra durar pra sempre

Mas é preciso ter muito tijolo e terra
Preparar reboco, construir tramelas

Usar a sapiência de um João-de-barro
Que constrói com arte a sua residência

Há que o alicerce seja muito resistente
Que às chuvas e aos ventos possa então a proteger

E há que fincar muito jequitibá
E vigas de jatobá

E adubar o jardim e plantar muita flor toiceiras de resedás
Não falte um caramanchão pros tempos idos lembrar

Que os cabelos brancos vão surgindo
Que nem mato na roceira que mal dá pra capinar

E há que ver os pés de manacá
Cheinhos de sabiás

Sabendo que os rouxinóis vão trazer arrebóis
Choro de imaginar!

Pra festa da cumieira não faltem os violões!
Muito milho ardendo na fogueira

E quentão farto em gengibre
Aquecendo os corações

A casa é amizade construída aos poucos
E que a gente quer com beira e tribeira

Com gelosia feita de matéria rara
E altas platibandas, com portão bem largo

Que é pra se entrar sorrindo nas horas incertas
Sem fazer alarde, sem causar transtorno

Amigo que é amigo quando quer estar presente
Faz-se quase transparente sem deixar-se perceber

Amigo é pra ficar, se chegar, se achegar,
Se abraçar, se beijar, se louvar, bendizer

Amigo a gente acolhe, recolhe e agasalha 
E oferece lugar pra dormir e comer

Amigo que é amigo não puxa tapete
Oferece pra gente o melhor que tem e o que nem tem

Quando não tem, finge que tem,
Faz o que pode e o seu coração reparte que nem pão.

Nos atalhos abaixo você pode ver o clipe e escutar esta bela música:


http://www.youtube.com/watch?v=3v73ecjopiQ&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=6tcqrPTgo8U

15 julho 2010

AJUDA URGENTE!


Você também pode dar sua contribuição!

Entre na corrente de ajuda humanitária aos brasileiros desabrigados pelas chuvas, 39 cidades de Pernambuco e 17 cidades de Alagoas estão sofrendo com uma das maiores catástrofes da história do Nordeste brasileiro, causada pelas enchentes que arrasaram os municípios desde o último dia 18 de junho.

O Governo de Alagoas recebe as doações pelo Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil. Você pode ajudar por depósito nas contas:

Banco do Brasil
Agência 3557-2
Conta corrente: 5241-8


Caixa Econômica Federal
Agência: 2735 / Operação 006
Conta corrente: 955-6


Corpo de Bombeiros / Defesa Civil
(82) 3315-2830 

O Governo de Pernambuco recebe donativos dos moradores do estado em todos os postos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.


Defesa Civil do Estado de Pernambuco
(81) 3181-2480


Gostaria de informar também que os Correios estão recebendo doações para os desabrigados das enchentes de Alagoas e Pernambuco.

As postagens são inteiramente gratuitas e devem seguir as seguintes regras:

1) Serão aceitas doações de alimentos não perecíveis, itens de vestuário, roupas de cama, mesa e banho. calçados, tendas e barracas. Não são aceitas doações de medicamentos.

2) As doações devem ser levadas à agência dos Correios já devidamente embaladas.

3) Cada pacote deve pesar até 30 quilos.


Faça a sua parte!

Pois, compaixão, solidariedade, responsabilidade social e cidadania são atitudes que nos ajuda a construir a Cultura da Paz!








12 julho 2010

ARTE DA PAZ



Trago esta charge para que todos nós envolvidos na educação das criancas e dos jovens da nossa cidade e do nosso país possam refletir sobre a violência que assombra o ambiente escolar e toda a nossa sociedade.
Eu mesmo fui vítima da violência na, da e dentro da escola, penso que muitos de vocês também! Só estou escrevendo neste momento, porque tinha e tenho uma boa relação com eles, por minha sorte. Houve um crime na escola em que trabalhava e sem entrar muito em detalhes, mas para que todos entendam a gravidade da situação um dos alunos envolvidos me disse: "Professor, o senhor é    "brother" dos alunos, por isso que estou te avisando, mas eles (os marginais do local) vão te matar, eles pensam que o senhor foi testemunha do caso."  
Gente precisamos fazer alguma coisa, o mais rápido possível! Parado é que não podemos mais ficar, acredito que um trabalho constante e paulatino com a cultura da paz aliada a arte, pode nos ajudar a transformar esta triste realidade.  

Vamos, minha gente!!!

04 julho 2010

PAZEAR E VERBO!

Pazear é verbo!


Eu pazeio,
Pazear está no dicionário
Da língua portuguesa,
É ter paz nesse cenário,

Então vamos conjugar!
Tu pazeias,
Pazear é verbo intransitivo,
Significa harmonizar,
É ter paz nesse sentido ativo,
Então vamos nos alfabetizar!


Ele (a) pazeia,
Pazear é verbo de ação,
Que não precisa de se completar,
É ter paz nessa condição,
Então vamos soletrar!


Nós pazeamos,
Pazear é verbo para ser aprendido,
Aqui e agora sem cessar,
É ter paz como um ser destemido,
Então vamos silabar!


Vós pazeais,
Pazear é verbo para ser ensinado
Em toda escola do verbo amar,
É ter paz como um voluntário fascinado,
Então vamos flexionar!


Eles (as) pazeiam,
Pazear é verbo para ser praticado
Na busca do se achar,
É ter paz como um ser fascinado,
Então vamos pronunciar!



João Bosco Barbosa Martins