Ocorreu um erro neste gadget

25 julho 2011

INFORMATIVO

Daqui a dois dias em Salvador será realizado um importante evento relacionando consumismo, publicidade e a infância organizado pelo Instituto Alana.

Repassamos o convite para que você possa participar e divulgar entre seus amigos, acredito que as discussões serão ricas e contribuirá com o desenvolvimento da cultura da paz.

Mesmo que não possamos participar do evento, cabe a cada um de nós uma boa reflexão sobre os assuntos que serão discutidos, pois é sabido de todos nós, que vivemos numa sociedade capitalista e consumista, onde nossas crianças e jovens são constantementes influenciados e aliciados por determinados meios mídiaticos e publicirários para que se tornem futuros consumistas.


 
Evento totalmente gratuito e sem inscrição prévia. Participe!
 
 Muita paz hoje e sempre!


20 julho 2011

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA DA PAZ 2


Neste livro a autora discute as formas de enfrentamento dos conflitos - inevitáveis no convívio humano - mas que podem ser trabalhados por meios não violentos. Saber usar bem o instinto da agressividade, canalizando-o para atividades construtivas, estimular a "escuta sensível", a capacidade de fazer acordos pelos recursos da comunicação são maneiras de nos ajudar a superar os aspectos perversos de uma sociedade individualista e centrada no lucro e no consumo progressivo.

Com sua experiência em Psicologia da Família, a autora analisa as diversas formas da violência, bem como discute as maneiras de cortar o mal pela raíz ou, diante do problema instalado, quais seriam os caminhos para reverter seus efeitos perversos.

Aprender a construir a paz é um desafio que depende do esforço do estado, da sociedade civíl e de cada cidadão em particular. Só assim poderemos cuidar melhor de nós mesmos, dos outros e do ambiente.

Boa Leitura!

Muita paz

09 julho 2011

MÚSICA EM PROL DA PAZ

Vamos celebrar a paz com música e arte, faça a sua parte caritativa, fazendo o bem sem olhar a quem!

Com a direção e concepção de Jackson Costa e Margareth Menezes, o "Canto pela Paz" terá sua renda revertida para as obras do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal e marca a celebração de seus 50 anos.

Show: "Canto pela Paz"


Teatro Castro Alves


17 de julho de 2011


20 horas

06 julho 2011

POESIA DA PAZ


A paz é...

A paz se faz
refaz
não se desfaz

A paz se cria
procria
acaba com hipocrisia

A paz constrói
nada destrói
e ela não dói...

A paz não é mito
nasce do conflito
tratado de jeito bonito

A paz é fato
não boato
surge do ato

A paz é amor
calor a favor
do que se tem de valor

A paz não é inveção
é emoção do coração
também razão e intuição

A paz é ....

Nei Alberto Salles Filho

05 julho 2011

EXERCÍCIO PARA A PAZ 1

Na vida nos deparamos com muitos conflitos, desde os pessoais até os sociais. Resolvê-los de forma pacífica, é um exercício diário que deve ser praticado por todos nós, para que assim, com o poder da vontade e da ação proativa possamos transformar as velhas formas do viver.

Para que tenhamos a consciência da paz, é necessário que caminhemos pela perspectiva da experiência, só aprenderemos a viver a paz, a partir do momento  tivermos não somente os conhecimentos referentes a cultura da paz, mais também as vivências (ações) necessárias  e apropriadas que possibilitem a ampliação da percepção da paz como uma nova possibilidade para resignificar as nossas formas de viver.

Esta será a primeira publicação com exercícios que sugiro como possibilidade de harmonização no nível pessoal, social e ambiental. 

Mentalização

-   Relaxe e respire profundamente, fazendo contato consigo mesmo;
-  Procure lembrar-se de uma situação muito conflituosa e desafiadora vivenciada;
-   Então imagine uma tela mental, como se fosse uma tela de cinema;
-    Sente-se de frente para esta tela;
-    Projete esta situação na tela e assista  do início ao fim;
-    Observe o seu comportamento mediante situação;
-   Faça perguntas a si mesmo, sem julgamentos, mantendo um  diálogo com o que foi visto, por exemplo: Como a situação começou?  Por que começou e quais fatos a desencadearam? Para que vivenciei tal situação? Como poderia ser evitada? Como foi resolvida? O que se aprendeu dela?, etc.;
- Procure agora compreender se suas atitudes foram pela negociação, enfim, por métodos pacíficos ou agressivos e violentos;
-  Agora procure procure visualizar a mesma cena de forma diferente, projetando a solução e o modo pacífico e amoroso que você gostaria que fosse resolvido, lembrando-se sempre do respeito mútuo (colocando-se no lugar do outro);
-   Após a visualização positiva, respire profundamente e abra os olhos lentamente, sentindo todo o ambiente em que você se encontra no momento do exercício.

Bom exercício!

E toda vez que tiver uma situação desafiadora na sua vida, faça uso desta e de outras mentalizações que você com certeza conseguirá uma harmonia maior e boas possibilidades de resolução positiva de conflitos.

Esta mentalização também pode ser feita em situações conflituosas e desafiadoras que você terá que enfrentar em um momento futuro, é só visualizar bem antes com a força da vontade,  os aspectos pacíficos e positivos  que você gostaria que se realizasse mediante situação.

Nunca esqueça que o "tempo" será o nosso grande companheiro na prática destes exercícios, nunca esquecendo que o caminho para a paz é a aprendizagem, errou, não conseguiu num primeiro momento, tenta mais algumas vezes e no momento propício você conseguirá... É com os erros que aprendemos, pensemos então,  se tudo na vida fosse certo, correto, perfeito,  nós  teríamos necessidade da aprendizagem?

Muita paz!