Ocorreu um erro neste gadget

11 agosto 2011

ESTUDANTES DA PAZ


                                             Maurício de Souza

Hoje comemoramos um dia  muito especial, o Dia dos Estudantes!

Nesta data devemos aproveitar para refletir sobre o compromisso de oferecer uma educação de qualidade (maior presente que podemos oferecer para eles) e  a grande responsabilidade em orientar os nossos queridos alunos nas práticas do bem, do amor, da paz e do belo; fazendo-os refletir sobre a importância dos estudos e da aquisição dos conhecimentos necessários para o desenvolvimento das suas inteligências (das múltiplas) e dos valores necessários para a formação de um cidadão mais honesto, humano, justo e digno.

Para compreendermos um pouco o universo dos nossos estudantes-alunos e contribuir para o desenvolvimento das suas potencialidades, ajudando-os a tornarem-se indivíduos pacíficos e pacificadores, faz-se necessário conhecer os conceitos que norteiam a formação destas palavras:

A palavra Estudante (do verbo estudar) designa o indivíduo que se empenha em algum tipo de estudo, que busca o alimento intelectual por conta própria, sem necessidade de ser "alimentado", podendo fazer isto de maneira individual, com ou sem recurso de um professor. Já a  palavra Aluno (do latim alumnus, alumnié) designa o indivíduo que recebe formação e "alimenta-se" da  instrução de um ou vários professores ou mestres para adquirir ou ampliar seus conhecimentos geralmente nas áreas intelectuais.

Note que, enquanto o conceito aluno aponta para a dependência e passividade; o conceito de estudante sinaliza autonomia e atividade. É preciso reconhecer que, em algumas fases escolares (educação infantil e ensino fundamental), atuamos como alunos; embora em outras (ensino médio e, principalmente, na educação superior), como estudantes.

Mas, não é preciso ter preconceito pela palavra “aluno”; ela é, de longe, a mais comum em contexto de sala de aula. Além disso, os termos não são antagônicos nem excludentes. Afinal de conta, o sonho de todo professor é que seus “alunos” se tornem também “estudantes”. A pedagogia moderna se esquiva do problema empregando apenas o termo “educando”.

O mais importante de ser um estudante, é acreditar no potencial que possui e conhecer seus direitos e deveres, desenvolvendo um senso de responsabilidade para aprender a viver a vida com paz na escola e fora dela e o compromisso com um mundo melhor.

TV Canal do Estudante, acesse e encontre um mundo de informações:



Fonte: Wikipédia / A Paz Também se Aprende (Naomi Drew)

Muita paz!

10 agosto 2011

CAMPANHA POR UMA INFÂNCIA SEM RACISMO (UNICEF)


PARTICIPE - DIVULGUE - DENUNCIE - COMPARTILHE - APRENDA E ENSINE A UNIDADE NA DIVERSIDADE E FORTALEÇA O TRABALHO PELA DIVULGAÇÃO DA CULTURA DA PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA ATIVA!





ACESSE O SITE DA CAMPANHA PARA MAIORES INFORMAÇÕES, CLIQUE NO LINK ABAIXO:

08 agosto 2011


CONVITE

A UNIPAZ BAHIA tem a grata satisfação de convidá-lo para o SARAU da PAZ, evento mensal com o objetivo de reunirmos pessoas sensíveis e antenadas que estão buscando soluções para o estado de coisas que estamos vivendo nesse momento do Brasil.

PROGRAMA: Nessa primeira reunião iremos refletir e analisar os pontos fortes e os fracos para estabelecermos uma CULTURA de Paz em Salvador e quais as contribuições pessoais que podemos estabelecer em conjunto.

Esse é o momento de nos unirmos para que o estabelecimento de uma NOVA ORDEM possa de fato acontecer!

Não podemos mais apenas assistir o que está acontecendo, precisamos ser os atores dessa nova visão de mundo!

Aquilo que pensamos, acreditamos e fazemos, é o que cria a realidade à nossa volta!

Muita Paz!


Dia: 12 de Agosto de 2011.

Hora: 17:30h.

Local: PHOENIX AÉREA.

Rua Waldemar Falcão 2106 ap.2502, Brotas (Primeiro edifício da rua) Mansão Prof. Estácio Gonzaga

 

Informações: (71)9227-2773 /9204-0007 /9141-8828