Ocorreu um erro neste gadget

19 junho 2011

MESTRE DA PAZ 7


Bem-Aventurada Dulce dos Pobres

O amor supera todos os obstáculos, todos os sacrifícios. Por mais que fizermos, tudo é pouco diante do que Deus faz por nós. "
 Irmã Dulce


Irmã Dulce, ficou conhecida como o "Anjo Bom da Bahia",  foi uma grande trabalhadora pelo estabelecimento da paz, em especial da paz no nível social, justamente porque dedicou a sua vida para ajudar os necessitados do pão material, moral e espiritual.

Dedico esta postagem, por dois motivos, pelo seu recente processo de beatificação e  como forma de reconhecimento, gratidão e divulgação  das  suas realizações como emissora da paz, porque fui um trabalhador da sua grande obra na área de educação e conheci vários dos teus "filhos" que foram criados por ela com muito amor e que saíram de uma vida de extrema pobreza e miséria e se tornaram grandes e respeitados cidadãos, demonstrando o exemplo do resultado do seu  dignificante trabalho.

Independente de diferenças religiosas, de situação social ou quaisquer outros motivos, bastou ser um necessitado que a Irmã cuidava generosamente de todos, sem distinção e se não tivesse condições, aceitava-os do mesmo jeito e  saía pelas ruas de Salvador, batendo nas portas de quem podia para atender aos teus necessitados.

Do seu grande legado, além da inestimável dedicação, cuidado e  do amor ao próximo,  podemos destacar um hospital, chamado de Hospital Santo Antônio, grande referência na área de saúde em atendimentos às pessoas carentes; um asilo, o Centro Geriátrico Júlia Magalhães, em Salvador e um orfanato que hoje é uma escola, o Centro Educacional Santo Antônio em Simões Filho.

No livro "Reflexões sobre a Paz,  de Assagioli/Brasil tem uma frase interessante que diz assim "As necessidades humanas não atendidas são gritos de guerra, as necessidades humanas atendidas são expressões de paz.". Então pensando nesta frase e nos milhões de necessitados do mundo,  sugiro que cada um de nós procure solidariamente, da forma que pode, ajudar  no atendimento das necessidades de um irmão nosso (próximo ou distante), para que a paz consiga sair do pensamento errôneo da inércia e se estabelecer definitivamente no campo da ação, que é o seu verdadeiro sentido.

Querendo conhecer e ajudar carinhosamente e caridosamente a manter viva a memória e todo o esforço de Irmã Dulce, clique no link abaixo e você saberá como:

http://www.irmadulce.org.br/obrassociais/fale.php




Nenhum comentário: