Ocorreu um erro neste gadget

07 abril 2010

CONSCIÊNCIA PESSOAL 2

Baseado na proposta das multidimensões da vida humana e na consciência do indivíduo como potência de paz de Assagioli/ Mesquita e de Weil, temos a seguir os e eixos norteadores da educação para a cultura da paz:

• Consciência Pessoal (A arte de viver bem consigo mesmo):

É  quando o indivíduo aprende a conviver consigo mesmo, através do autoconhecimento e da autodescoberta com o movimento da relação intrapessoal, com seu sucesso e seu fracasso, seus erros e acertos na vida. Neste sentido, todo  indivíduo precisa com a força da vontade e da luta se esforçar para desenvolver-se e (auto)transformar-se diariamente nos aspectos: mental, emocional, físico e psicoespiritual.

1- Educação Mental para a Paz: é a consciência dos nossos pensamentos e a utilização correta da mente, ela sendo geradora de pensamentos tanto positivos quanto negativos, os indivíduos (educandos) precisam aprender a ter consciência do fluxo das suas idéias, onde começa e onde termina para sintonizar e a harmonizar-se com a paz interior e com as vibrações externa de paz, e consequentemente evitar as vibrações destrutivas e violentas; a mente é o maior fator de paz, pois é nela que se inicia a idéia de que somos potências de paz e movimentar a vontade para harmonizar os outros aspectos da dimensão humana;

2- Educação Emocional para a Paz: é o encontro do indivíduo com o seu oceano de emoções e sentimentos através da consciência delas, sendo que esta se desarmoniza pelo excesso de emoções não transformadas em sentimentos superiores, causando dificuldades de relacionamento, os indivíduos (educandos) precisam aprender a (re) conhecer quais são àquelas que te prendem a cadeias de ressentimentos, ódios, raivas, ciúmes, medos, etc. que os desequilibra; e àquelas que te encaminham para um comportamento mais equilibrado, construtivo e amoroso que conduzem à paz;

3- Educação do Físico para a Paz: é a consciência corporal, ou seja, do seu próprio corpo e da energia vital que circula nele e (re) conhecer que nosso corpo é inteiro (espírito-psique-físico) não podendo mais ser visto de forma separada ou fragmentada; os indivíduos (educandos) precisam aprender a ter consciência: da respiração e das tensões, compreendendo seu próprio ritmo para relaxar as tensões que os sobrecarrega, do cuidado e da higiene pessoal para que tenham uma saúde perfeita, do cuidado com a alimentação correta e do equilíbrio entre o dueto (trabalho x repouso);

4- Educação Psicoespiritual para a Paz: é a consciência da transcendência e a conexão com o todo, com o infinito dentro de nós, os educandos precisam aprender a silenciar para ter consciência da sua intuição, da sabedoria que vem de dentro, da sua voz interior que os estimula à transformação e a ampliação da consciência; é preciso aprender que a vida humana, como cada um de nós experimenta, é semeada de dificuldades, provas, sofrimentos e desafios até que aprendamos a nos (re) conhecer como potências de paz, acionando assim paulatinamente o processo de transformação.

Nenhum comentário: